quarta-feira, 21 de julho de 2010

Nós mesmos.


Esses dias fui a uma avaliação e meu fisioterapeuta disse vários problemas que eu tinha na minha postura. Disse que tinha um ombro mais alto do que o outro, devido ao grande peso; que tinha joelhos pra dentro, devido a forma de andar; e que meu corpo estava se curvando por conta dos meus problemas respiratórios. Ao pensar que já havia diagnosticado os problemas e as suas causas, ele me surpreende com uma opinião e sem ao menos ter me visto antes, se vira pra mim e fala:
- O seu maior problema é que você engole muitos sapos. Em certas situações, você fica calada e isso só vai se acumulando em você, fazendo com que se sinta pequena e seu corpo se curvando a todos. Não tenha medo de dizer aquilo que pensa. Solte! Solte tudo que você queira, isso irá fazer um bem por dentro e por fora.
De verdade, não acreditei. Sempre me falaram que eu era em cima do muro e que aceitava algumas decisões mas ver um homem que jamais havia estado comigo dizer tantas coisas assim, tudo deveria estar realmente errado.
Saí de lá com uma cabeça renovada, com um espírito de que "tudo vai mudar" e decidida de que desse dia em diante, não engoliria mais desaforos. Já tinha pensado no que iria falar e pra quem iria falar, tinha chutado o balde.
Alguns dias já se passaram e se alguém me perguntar como foi, como estou me sentindo atualmente, o que mudou na minha vida.. vou dizer que não sei! Até hoje, não consegui ser aquilo que eu e os outros esperam de mim.
Como saber a hora certa de dizer? Como não acabar machucando os outros? Como ser aquilo que não sabemos ser? E eu definitivamente não sei. Não sei porque nunca tentei.
Querer mudar quem eu sou e como eu lido com os problemas é complicado porque desde que me conheço, me preocupo em não ferir aqueles que estão ao meu redor. E quando vou me preocupar comigo mesma? Ah, quem sabe algum dia...

6 comentários:

  1. ah carol, vc concerteza nunca vai ser o que os outros esperam.. porque as pessoas sao simplismente insaciaveis. nunca vao estar satisfeitos, se vc da de si mesma td que pode, sempre vao achar que vc poderia ter feito mais. e concerteza vc ja pensou isso pelo menos uma vez de alguem também. mas ninguem é perfeito, e é essa busca por um algo a mais que vai nos levando a caminho da mesma. devemos sim querer sempre mais das pessoas, e devemos ajudá-las a alcançar, e nao só apenas querer por querer.

    você também não pode pensar em vc sempre em segundo lugar, tem sim que pensar em primeiro... mas nem sempre. em muitas situações vc ta pensando em alguem em primeiro lugar e a mesma pessoa está pensando em vc em primeiro lugar. a questão é saber a quem vale a pena priorizar, quem vc acha que te priorizaria também.

    Bom, eu acho que esse problema ai de engolir sapos eu também tenho... e muito. e as vezes penso até em nao fazer isso. mas pensa só quantas amizades eu teria perdido se tivesse dito tudo que pensei. lógico que nao se pode guardar tudo sempre pra vc, mas as vezes vale a pena. (to te dizendo isso, só pra vc nao sair por ai exagerando na sinceridade! haha)

    bom, pensa nisso! nem tudo é deve ser feito com tanto rigor... sempre tem um meio termo, uma situação que vale ou nao a pena.

    beeijos meu amor

    ResponderExcluir
  2. Carol, esses dias.. estava lendo algumas coisas e li uma frase que me chamou muito a atenção! Ela dizia assim: 'Já lhe fizeram sofrer demais. Já lhe fizeram feliz demais. Tá na hora de você mesmo fazer algo por você.' E penso que assim, que deve ser.. não deixe que as outras pessoas determinem como sua vida deve ser!
    Fato que as vezes nos temos que engolir muitos sapos, mas na vida, entre as coisas que aprendi uma foi que calar quando é necessário é bom, mas falar quando é preciso.. é melhor ainda!
    Não fica nessa onda de engolir sapo, e muito menos alimente-os..porque eles podem acabar crescendo e engolindo você!

    beijos, da sua cunhadinha (:

    ResponderExcluir
  3. Entendo você. Entendo porque eu também sou assim.
    Não que devemos deixar de sermos nós mesmos, mas também, não devemos continuar sendo nós mesmos 'engolindo sapos' como você ou seu fisioteraputa disse. Não é preciso que VOCÊ mude, mas que mude seus conceitos, e veja o mundo com os olhos mais digamos que durões para que ninguém possa se sentir no direito de nos pisar, entende?
    Como assim você ainda não está me seguindo? hahaha
    Beijos minha linda!

    ResponderExcluir
  4. Rol,

    Eu estava com você nesse dia e eu vi o quanto foi impactante o que Luis falou...

    Posso dizer que foi tão certeiro e direto que este dia marcou em mim também.
    Me fez repensar um montão de coisas sobre relacionamentos, amores, família, amigos, colegas de trabalho, alunos, e etc.
    O mundo a nossa volta não perdoa, Laura está certa.
    É difícil, é!
    Mas o que vale é viver intensamente, do jeito da gente.
    Quem disse que a gente agrada todo mundo?
    O importante é não sair ferindo pra se defender.
    Você é Incrível!
    Diria que é a minha versão MUITO melhorada.
    rsss
    Tenho orgulho de ser sua mãe.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Linda reflexão... desejo que vc brilhe muito +. Bjs

    ResponderExcluir